Review sobre o Megalinux


Bem, como foi avisado no final da semana passada, eu estava testando um sistema operacional baseado no ubuntu chamado megalinux. Vejamos no que deu a experiência:

Primeira impressão: É realmente a que fica?

Bem, o computador foi comprado pela minha mãe e ela achou que já tivesse vindo com o Windows de cara (para dizer a verdade, eu também), montei o computador sem problemas, afinal, já estou acostumado e fui tomar banho para ir a faculdade quando minha mãe me diz:

“Jorge Afonso. O quê você fez com este Windows?”

Como já tava saindo do banho eu vi a, digamos, simpática (e porque não tosca) tela do Linux:

Eu logo fui explicando que não era um Windows, mas na verdade, era o Linux que estava instalado e que de certa forma era bom, afinal o único contato que ela teve com computadores era com o Windows. Quando estava saindo para ir à faculdade vem ela de novo:

“Jorge Afonso. Cadê a internet?”

Aí sim foi outra romaria para explicar para ela que o Linux não usava o Internet Explorer, mas, por padrão vinha o Firefox:

Segundo dia, deskmod e Linux: Dá certo?

No dia seguinte eu liguei cedo – a minha mãe tinha ido trabalhar, dava para fazer de tudo –  e pensei comigo mesmo:

“Tem um amigo meu que diz que o Linux é muito mais personalizável que o Windows e também não tem essa história de ficar trocando arquivos para usar temas de terceiros. Vamos ver se isso é verdade”.

Entrei no site que ele me indicou: o GNOMElook.org(http://www.gnome-look.org/) e fui procurando temas legais para colocar no megalinux, como deixar apenas uma barra e coisa e tal.

O resultado final foi impressionante. Por um instante dá para esquecer realmente que você está usando um Linux. Confira:

Área de Trabalho

Área de Trabalho

Menu Iniciar - complemento GNOMenu

Menu Iniciar - complemento GNOMenu

Nautilus - Explorador de Arquivos Padrão do Linux

Nautilus - Explorador de Arquivos Padrão do Linux

Os wallpapers são os que eu tinha no meu bom e velho companheiro de guerra, o Windows XP.

3° dia: (open)office: quase uma decepção.

Ontem eu tive uma surpresa desagradável. o openoffice – suite de aplicativos que veio nele – estava em inglês, mas, com a instalação das atualizações e reinicialzação do Linux ficou em português.

4° dia: Amarok – o iTunes Opensource?

Este player de música é incrível, em sua primeira execução ele praticamente adiciona todos os arquivos de áudio que existem em sua máquina e deixa separado em um menu vertical de fácil acesso. além das opções da criação de bibliotecas de música.

Conclusões finais:

O Megalinux se demonstrou muito maleável e agradável de se usar durante a bateria de testes. Parece-me que não precisarei gastar R$50,00 para instalar o XP nessa máquina.

Anúncios

Sobre Jorge Afonso

Meu nome é Jorge Afonso Filgueiras Quinelato. Sou brasileiro, solteiro, bacharel em Administração e Técnico de TI trabalhando para o governo. Sou apaixonado por tecnologia e deskmod.

Publicado em 22/04/2009, em Gnome, Informativo, KDE, Linux, Softwares, Tudo. Adicione o link aos favoritos. 5 Comentários.

  1. Eu só acho que você generalizou em vários pontos. Você sempre se dirigiu ao Megalinux como Linux, mais Linux é o Kernel.

    Além do mais, muita coisa vai variar, dependendo do ambiente gráfico. (KDE, Gnome, XFCE, etc.).

    Quanto ao office, ele veio em Inglês pelo fato desta distribuição vir em live-cd. Se viesse em todos os idiomas que o sistema tem, ocuparia muuuuito espaço.

    • Jorge Afonso

      Wrong word. Sorry. I eat a letter…

      Tradução:
      Palavra errada. Desculpa. Eu “comi” uma letra…

  2. Boa noite,

    Revivendo este post…

    Me desculpe mas sua distro não é MegaLinux ( SO baseado no Ubuntu ) e sim o Ubuntu puro mesmo.

    MegaLinux é apenas o usuario ativo hehe

    De qualquer maneira parebéns pelo post e espero que esteja usando o Ubuntu ainda 🙂

  3. bem Euzimm,
    na verdade a distro se chama megalinux mesmo,
    ela é baseada no ubuntu realmente, porem com algumas leves modificações,
    tão leves que realmente o tornam o “Ubuntu puro mesmo” como vc disse, mas a maior diferenca é que quando vc acessa a “central atualizações” (acho que esse é o nome mesmo) vc tem acesso a drivers dos modelos vendidos pela megaware, o que torna o suporte aos produtos da Fabricante muito maior.

    repito os votos de que ele ainda esteja usando o linux, megalinux ou ubuntu, tanto faz.

Sua opinião é importante para nós. Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: