Prey Project – Rastreamento de PC’s


Já imaginou a situação de você ter seu dispositivo portátil (smartphone, netbook, notebook, tablet…) ou o PC de mesa roubado e você estar com medo do que possa acontecer, não pelo valor do produto, mas, por causa das informações contidas nele?

Bem, saiba que há um jeito de rastreá-lo. Conheçam hoje o “Prey Project”. Um sistema para rastreamento de PC’s. E que pode ter configurado até três dispositivos.

O Prey Project é um aplicativo de código aberto que permite rastrear o computador em caso de perda. O programa pode ser instalado no Windows, Linux, Mac e Android. A localização do equipamento fica disponível num serviço na internet, em que o usuário deve estar cadastrado previamente.

A modalidade gratuita permite que sejam adicionados até três equipamentos para o monitoramento. Caso seja necessário adicionar mais computadores, é possível contar com a modalidade paga.

O instalador do Prey Project pode ser baixado no site do fabricante. Escolha a opção de download correspondente ao sistema operacional no computador a ser rastreado. Durante o processo de instalação, é necessário criar um usuário para acessar o painel de monitoramento no site. Esse usuário poderá ser adicionado em outras duas instalações de computadores, que também poderão ser rastreados.

Para usuários do sistema operacional Windows, pode ser necessário autorizar a execução do aplicativo nos programas de segurança. Ao término da instalação, o agente de rastreamento ficará ativo e irá se reportar a cada 10 minutos ao painel de monitoramento. O tempo de envio da posição pode ser personalizado para cada equipamento.

Após definido como perdido, o programa irá enviar para página de monitoramento o relatório contendo as informações que foram configuradas. Nele também será enviada a localização usando serviço o Google Maps. A precisão do rastreamento impressiona. O relatório também é enviado para a conta de e-mail cadastrada pelo usuário.

Nos notebooks que possuírem webcam, durante o processo de coleta, o programa faz fotografias, a fim de registrar o rosto do usuário que está acessando o equipamento indevidamente. Além disso, o software registra informações sobre as configurações da rede, programas em uso e arquivos alterados.

Ah! Só para constar, para que isso realmente surta efeito, deixe o seu dispositivo desbloqueado, no caso dos smartphones, sem senha, e em caso dos demais dispositivos, a conta de “convidado” ativa.

Porque isso? É bem simples. Se o ladrão não conseguir entrar no dispositivo, ele vai formatar e com isso o Prey Project vai embora, mas, ao entrar na conta de convidado, ele fica sendo monitorado. E isso pode ajudar a polícia a prender o ladrão ou então chegar ao receptor do produto roubado.

Sobre Jorge Afonso

Meu nome é Jorge Afonso Filgueiras Quinelato. Sou brasileiro, solteiro, bacharel em Administração e Técnico de TI trabalhando para o governo. Sou apaixonado por tecnologia e deskmod.

Publicado em 25/05/2012, em Android, Apple, Informativo, Linux, Softwares, Windows. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Sua opinião é importante para nós. Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: