Para acelerar o 4G e TV Digital, governo estuda doar conversores


Calma… Não será para todos. Vamos primeiro entender o que está acontecendo. Como sabemos, o governo planeja que os sinais de 4G estejam disponibilizados no Brasil por completo até 2016, mas, a faixa escolhida para o serviço é atualmente ocupada pelo sinal de TV analógica. Logo, eles também tiveram que trabalhar com as emissoras para que elas assumissem responsabilidade em transformar suas transmissões para o formato digital.

É neste segundo caso que o governo está focado: o ministro Paulo Bernardo revelou o interesse de popularizar também o acesso à TV digital, acabando de uma vez por todas com a TV analógica.

Uma das propostas elaboradas pelo ministério é a doação de conversores digitais às famílias atendidas pelo Bolsa Família. Segundo Bernardo, no momento o Ministério das Comunicações faz estudos de viabilidade do projeto, que informalmente está sendo chamado de “bolsa novela”, de forma que a proposta possa ser formalizada e enviada à presidente Dilma Rousseff.

A ideia está em discussão em razão dos preparativos para o leilão da faixa de frequência de 700 MHz, atualmente ocupada pela TV analógica. Com as mudanças, essa faixa passaria às operadoras de telefonia, para que elas possam implantar o 4G. Isso colocaria um fim às TVs analógicas, restando apenas o sinal de TV digital no país.

Agora, o mais bizarro de toda a história é saber que um conversor digital custa hoje cerca de R$ 100. Deste valor, 25% são tributos federais e estaduais. Por conta disso, a ideia é desonerar a carga tributária que incide sobre os produtos ou ainda bancar parte ou mesmo toda a aparelhagem para as famílias que não tenham condições de adquiri-lo (mas, sério… R$100,00? Divide em 10 vezes sem juros e que uma família carente consegue comprar um!).

Basicamente é como um inquilino novo que irá morar em certo apartamento de um prédio mas o antigo inquilino ainda está de mudança para o apartamento do andar superior. O 4G não estará completamente funcional até todo sinal de TV se tornar digital. As emissoras estão fazendo sua parte. O problema são os consumidores que ainda não viram a real necessidade de comprar um conversor. E há ainda o caso do consumidor não ter dinheiro.

Fonte: Folha de S. Paulo e Tecmundo

Sobre Jorge Afonso

Meu nome é Jorge Afonso Filgueiras Quinelato. Sou brasileiro, solteiro, bacharel em Administração e Técnico de TI trabalhando para o governo. Sou apaixonado por tecnologia e deskmod.

Publicado em 07/02/2013, em Gadgets, Informativo. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Sua opinião é importante para nós. Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: